32% dos diretores questionam habilidades dos desorganizados.

Pesquisa da Robert Half, nos Estados Unidos, mostrou que 32% dos 300 diretores de RH entrevistados questionaram as habilidades e a eficácia de um colaborador que tem a mesa desorganizada.

Os demais gestores dividem-se entre os que acreditam que essa falta de ordem é traço de uma pessoa criativa (9%) e aqueles que não fazem nenhum tipo de julgamento sobre a questão (59%).

Ainda que o cenário seja favorável aos colaboradores “bagunceiros”, em tempos de um mercado de trabalho altamente competitivo, é importante considerar a opinião de 32% exigentes gestores destacados na pesquisa.

Como a produtividade está sempre em questão, os profissionais precisam saber onde encontrar o que buscam e também como reduzir as possibilidades de se perder um documento ou dado importante.

Veja dicas para deixar a mesa mais organizada:

1) O que e onde arquivar

O profissional deve ter o hábito de verificar o que pode ser jogado fora, o que precisa ser arquivado e o que é possível digitalizar. Gavetas e arquivos ajudam a manter os papeis no lugar.

2) Acúmulo

Se algum item naão foi utilizado pelo período de um ano, ele provavelmente não será necessário para o dia a dia. Apenas material de uso frequente deve ficar ao alcance, o restante pode ficar em arquivos, armários ou gavetas.

3) Decoração demais

A decoração da mesa mostra a personalidade do colaborador, mas itens demais podem deixar o local de trabalho “poluído”.

4) “Sr(a) Migalha”

Embalagens e restos de comida, copos de café vazios, talheres e pratos sujos não devem ficar em cima da mesa. Trabalhar em um local sujo não é uma experiência agradável.

5) Limpeza

O profissional pode guardar alguns minutos no final de cada dia organizando seu espaço, para que na manhã seguinte seu início de trabalho seja rápido.

Fonte: G1

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários