Funcionários da prefeitura de Curitiba fazem limpeza es nas escolas em julho, antes da volta às aulas. — Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba

Em alguns locais, atividades presenciais serão retomadas pela primeira vez desde o início da pandemia, ainda que de forma parcial. Veja o que se sabe sobre as redes pública e particular nos ensinos infantil, fundamental e médio.

O início do segundo semestre do ano letivo nas capitais vai coincidir, em alguns locais, com a retomada das atividades presenciais.

É o caso de Brasília, onde a rede pública reabre as portas em 2 de agosto para todo o ensino básico (infantil e fundamental) pela primeira vez desde março de 2020; e no Recife, onde a rede municipal também passa a ter aulas presenciais pela primeira vez desde o início da pandemia– até então, apenas as unidades estaduais e privadas funcionavam dessa forma.

https://globoplay.globo.com/v/9707380/

Em Belo Horizonte, o segundo semestre começa em agosto, e as aulas presenciais nas redes municipal, estadual e privada estão autorizadas apenas para alunos da educação infantil e do ensino fundamental, na capital. O retorno dos estudantes do ensino médio às escolas depende da melhora dos indicadores da Covid-19 e não tem data para ocorrer.

Em Goiânia, o segundo semestre também vai coincidir com a volta às aulas presenciais – ainda que de forma parcial, com parte das atividades online – pela primeira vez desde o início da pandemia para os estudantes das escolas públicas. As particulares já funcionavam nesse esquema.

Veja, abaixo, o que se sabe sobre o retorno em cada capital.

https://g1.globo.com/educacao/video/video-ministro-da-educacao-defende-retorno-as-aulas-em-pronunciamento-9704042.ghtml

https://g1.globo.com/educacao/video/presidente-do-conselho-de-secretarios-de-educacao-fala-sobre-retorno-as-aulas-presenciais-9705743.ghtml

Fonte: G1 Globo

Cadastre seu currículo na Curriculum: https://www.curriculum.com.br/01_10.asp

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários