Sites da Americanas fora do ar - Divulgação

Já são R$ 3,4 bilhões em prejuízo desde que os sites da Americanas S.A. ficaram fora do ar para os consumidores. Entenda o caso da gigante varejista

Os sites do grupo Americanas S.A., que inclui AmericanasSubmarino, Sou Barato e Shoptime,  seguem indisponíveis para os consumidores pelo quarto dia consecutivo nesta quarta-feira (23). As lojas foram suspensas na madrugada do último sábado (19), após a companhia comunicar “acesso não autorizado”. Com isso, muitas pessoas estão comentando nas redes sociais sobre o que aconteceu com a gigante varejista.

De acordo com a consultoria especializada Economatica, na terça-feira (22) completou o terceiro dia com sites fora do ar e o valor de mercado do grupo Americanas S.A. caiu mais R$ 1,5 bilhão, passando a ser avaliado em R$ 26,4 bilhões. Desde sexta-feira (18), antes da instabilidade, a companhia se desvalorizou em R$ 3,4 bilhões. Além disso, as ações do grupo tiveram retração de 6,61% na segunda-feira (21).

Ainda na segunda, o Procon SP informou que notificou a B2W Companhia Digital, empresa que se fundiu com a Lojas Americanas em 2021 e formou a Americanas S.A., após os sites Americanas e Submarino saírem do ar. Segundo o órgão, foram solicitadas explicações sobre os problemas que atingiram os dois sites ao longo do final de semana.

Site Americanas fora do ar: o que houve?

Os sites das lojas Americanas e Submarino, lojas que estão entre as gigantes do comércio eletrônico no país, estão fora do ar desde a madrugada de domingo. O Shoptime, que também pertence ao grupo, saiu do ar na tarde de segunda. A Americanas S.A., dona das três marcas, disse que suspendeu as páginas por “questões de segurança” após detectar um “acesso não autorizado”. As lojas físicas da companhia não foram afetadas, mas os aplicativos sim.

A empresa divulgou um comunicado dizendo que “voltou a suspender proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce” e que “acionou prontamente seus protocolos de resposta assim que identificou acesso não autorizado”. Confira!

Aviso no site da Americanas sobre a instabilidade dos sites – Foto: Reprodução

Site Submarino fora do ar: qual a previsão de retorno?

Até o momento, não há uma previsão para que os sites Americanas, Submarino e Shoptime retomem suas atividades normais. No Twitter, a companhia informou que “todos os pedidos serão entregues, mas por conta das instabilidades do site, poderão haver atrasos”, após questionamentos de consumidores.

Também no Twitter, o perfil da loja Shoptime respondeu um consumidor com a mensagem: “a companhia informa que, por questões de segurança, suspendeu proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce e atua com recursos técnicos e especialistas para normalizar com segurança o mais rápido possível. Por isso a entrega de seu produto pode sofrer atrasos”.

Funcionários da Americanas S.A. trabalham no conserto

Neste momento, é impossível prever quando o caso será definitivamente resolvido, mas a empresa informa nos portais da AmericanasSubmarino e Shoptime que está atuando com recursos técnicos e especialistas da área para solucionar o problema.

Ao tentar acessar os portais da companhia nesta quarta-feira, 23, a mesma mensagem aparece: “a companhia informa que, por questões de segurança, suspendeu proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce e atua com recursos técnicos e especialistas para normalizar com segurança o mais rápido possível”.

Independentemente do retorno da Americanas S.A., o consumidor que se sentir prejudicado pode registrar uma reclamação no Procon de seu estado. Em São Paulo, especificamente, a reclamação pode ser feita em qualquer agência do Poupatempo e até pela internet, no site do Procon: www.procon.sp.gov.br.

Fonte: https://jcconcursos.uol.com.br/noticia/empregos/sites-americanas-e-submarino-entram-no-4-dia-fora-do-ar-e-acumulam-prejuizo-bilionario-entenda-92080

Cadastre ou atualize seu currículo na Curriculum: https://www.curriculum.com.br/01_10.asp

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários