Apesar de muito depender dos rumos da economia, e mesmo diante de algumas incertezas, as contratações no mercado financeiro têm dado uma guinada nos últimos meses. Ainda há rescaldos da Operação Lava-Jato, o que mantém em evidência perfis com conhecimentos em exigências regulatórias e altamente técnicos para atuar na área de compliance.

O temor da inadimplência nas operações de crédito também aumenta a demanda por profissionais especializados em avaliação de risco. Mas, com mais negócios em andamento, inclusive fusões e aquisições, os recrutadores procuram gente com experiência em análises financeiras profundas e operações de reestruturação.

A fluência em inglês é fundamental para tocar operações internacionais e relatórios globais. Com as plataformas digitais em alta, habilidades em experiência do usuário (UX) e inovação, essenciais para atrair e reter consumidores, estão valorizadas.

“Pessoas capazes de entender o cliente e suas necessidades estão no topo das prioridades. As companhias buscam profissionais hábeis em desburocratizar processos”, diz Ana Carla Guimarães, gerente de recrutamento da Robert Half. Isso cria oportunidades nas fintechs, empresas de meios de pagamento e plataformas de investimento.

Veja a seguir dois cargos com salários em alta e dois com salários em baixa, de acordo com o levantamento da Robert Half:

 

Fonte: EXAME

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários