O 11 de agosto é uma data comemorativa. Os advogados, nos últimos tempos, querem transformar essa efeméride num momento de reflexão. O Brasil vive um momento especial, com embates cruciais em torno de seu sistema jurisprudencial, dada a intensidade inédita dos acontecimentos políticos e institucionais dos últimos tempos.

Mas, certamente você já comemorou o Dia do Advogado em algum bar, com os amigos de faculdade ou de escritório, tomando alguns bons drinks e compartilhando petiscos. Se você ainda não o fez, sempre há tempo de enaltecer uma das profissões mais tradicionais do mundo!

A história do Dia do Pendura
Tradição que se iniciou no Primeiro Império no Brasil (1822 – 1831), o dia 11 de Agosto é conhecido como Dia do Pendura ou Dia do Advogado, e é comemorado em todo o Brasil pelos estudantes e profissionais do Direito. Mas você sabe o motivo da data?

No dia 11 de Agosto de 1827, Dom Pedro I, Imperador, criou os dois primeiros cursos de Direito, um em Olinda (Mosteiro de São Bento), outro em São Paulo. A profissão de advogado sempre foi dotada de um enorme prestígio na sociedade, e nos tempos de império, ter um advogado ou estudante de Direito em seu estabelecimento era uma grande honra para os proprietários.

Por isso, os donos de bares e restaurantes da época convidavam esses profissionais para comemorar a data em seus estabelecimentos sem pagar a conta, como uma espécie de homenagem. Era costume que, ao final, os advogados discursassem como forma de agradecimento ao convite, e fizessem a promessa de que voltariam ao estabelecimento para pagar a conta quando formassem!

História da data

Os advogados ganharam dois dias em comemoração ao seu trabalho, o dia 11 de agosto, devido à criação do primeiro curso de direito do Brasil, por D. Pedro I, tendo sido implantada a Faculdade de Direito de São Paulo, inaugurada em primeiro de março de 1828.

No dia 11 de agosto ficou estabelecido como o “dia da pendura”, onde estudantes de direito e advogados já formados brincam pelos restaurantes das cidades, pendurando as contas do consumo que fizeram ali. As despesas ficam por conta dos donos dos restaurantes, uma vez que a brincadeira foi por eles instituída, ainda no início do século XX, para comemorar a criação das faculdades de direito.

Outra data em comemoração ao dia dos advogados é 19 de maio, o dia do padroeiro desses profissionais, Santo Ivo (1253/1303), que faleceu neste dia.

O padroeiro foi estudante de direito, já aos 14 anos de idade, na cidade de Paris, e depois em Orleans. Sua preferência era pelo direito civil e canônico, tendo atuado nessas áreas em defesa dos pobres que não tinham condições de financiar as despesas judiciais.

Trabalhar como advogado requer muito estudo e dedicação, pois a profissão envolve o “conjunto de normas jurídicas vigentes num país, criadas com o objetivo de solucionar conflitos da sociedade”.

Referências:Mundo Educação/ Campo Grande News/ Notícias Terra

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários