Antes de começarmos a trabalhar no processo de busca por um emprego, recolocação profissional ou mesmo transição de carreira, você tem uma tarefa muito importante a cumprir: conhecer bem a si mesmo!

A partir de agora você será o centro das atenções de todo este processo. O autoconhecimento será importantíssimo para que a sua procura por emprego ou transição de carreira ocorra sob seu controle, da melhor e mais suave maneira.

Essa importante instrução já nos foi passada há muito tempo por grandes filósofos e pensadores. Sócrates disse: “Conhece a ti mesmo”. Por sua vez, Confúcio afirmou: “Pobre daquele que não se conhece. Jamais poderá conhecer os outros verdadeiramente e terá dificuldades de reconhecer-se nos relacionamentos com seus semelhantes”.

Mas infelizmente muitos atravessam boa parte da vida sem se conhecer profundamente. O não conhecimento de si mesmo poderá prejudicar seu desempenho no processo de recolocação.

Você realmente acredita que se conhece? Se sim, maravilhoso! Mesmo assim, invista um pouco mais de tempo nessa tarefa e reflita novamente. Vale a pena! Provavelmente você descobrirá muitas coisas novas. Para ajudá-lo nesta tarefa, oferecemos a seguir uma maneira simples para conhecer um pouco mais sobre esse importante, complexo e maravilhoso ser: você!

Exercício de reflexão para autoconhecimento
Em uma folha de papel, relacione os tópicos abaixo e as suas respostas a cada um deles. Não pulo esta tarefa nem tenha pressa! Leve o tempo necessário para que fazer uma reflexão consistente sobre tudo o que está escrevendo.

  • Minhas crenças
  • Meus medos
  • Meus pontos fortes, minhas qualidades
  • Meus pontos a melhorar
  • Meus desejos
  • Aonde quero chegar
  • Como pretendo chegar

Depois de descrever estes pontos, volte e releia-os, um a um. Reflita sobre cada um deles, vendo se realmente representam a realidade. Perceba que, nesse momento, você provavelmente estará sozinho. Portanto, evite enganar a si mesmo, seja sincero e honesto. Após ter revisto o que você escreveu, questione-se sobre os tópicos, lembrando que:

Crenças
São um fator limitador. Verifique se algumas delas podem ser revistas de maneira a ampliar suas chances de recolocação no mercado de trabalho.

Medos
Assim como crenças, medos também impõem limites. Verifique também se todos os seus medos são realmente bem fundamentados e se você pode eliminar alguns deles.

Pontos fortes e qualidades
Pontos fortes aparentemente contam a nosso favor, mas cuidado! A excessiva autoconfiança sobre eles também pode ser prejudicial no processo de recolocação profissional.

Pontos a melhorar
Estes são aqueles pontos que você identifica como seus pontos fracos, representando tudo aquilo em que você acha que deve se aprimorar. O que você está esperando para iniciar seu aprimoramento pessoal? Também neste item, planeje melhorias em você mesmo, com metas, objetivos e os modos de alcançá-los. Isto, sem dúvida, aumentará suas chances de uma recolocação profissional mais rápida.

Desejos
Ao mesmo tempo que os desejos movem você para frente, podem fazer com que você desperdice algumas boas oportunidades. Ter os desejos fora de sintonia com a sua realidade também poderá prejudicá-lo no processo de recolocação profissional.

Saber aonde quer chegar
É um ponto muito importante, pois representa o norte que irá guiar a sua vida e a busca por seu novo emprego. Sem este rumo, você ficará à mercê do mercado, sem perspectivas e, em breve, provavelmente, estará novamente insatisfeito com seu emprego.

Como você pretende chegar ao seu objetivo
Como já falamos em artigo anterior, é subindo degrau por degrau que se chega ao topo de uma escada. Lembre-se que o primeiro degrau, muito embora mais próximo do chão, é o primeiro passo para se chegar ao topo. Tenha seu objetivo e, principalmente, a forma como alcançá-lo muito bem sincronizados com sua realidade atual.

Tenha em mente também que, para acompanhar as mudanças do mercado de trabalho, é importante que você esteja aberto às oportunidades mais adequadas que surgirem durante sua busca pela realização pessoal e profissional. Portanto, mantenha-se aberto a mudanças em sua vida, em seu modo de encarar sua profissão e em você mesmo.

Listamos quatro etapas importantes para ajudá-lo a realizar mudanças:

1. Perceber, sentir e compreender o atual momento
2. Querer realmente realizar mudanças
3. Perceber, sentir e compreender qual a finalidade dessas mudanças
4. Agir de acordo com a consciência adquirida nas etapas anteriores

Incomode-se, não se acomode, pois a humanidade só cresceu, modificou coisas e criou outras quando se sentiu incomodada.

Após ter realizado este exercício e analisado as oportunidades de mudanças, você talvez tenha concluído que realmente já se conhecia muito bem. Excelente! Mas talvez tenha tido a oportunidade de reavaliar alguns pontos e, provavelmente, já se sente melhor preparado para dar início ao seu processo de recolocação profissional.

Caso perceba que está num momento de baixa autoestima e encontrar dificuldades para dar prosseguimento aos próximos passos – em que irá relacionar suas habilidades, qualidades e aptidões -, aconselha-se procurar a ajuda de um especialista. Profissionais como os psicólogos, por exemplo, estão aptos a auxiliá-lo em seu autoconhecimento, requisito fundamental nessa etapa de sua vida.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
151

Comentários

comentários