Costumo ouvir com frequência, de diversas pessoas, que adorariam fazer um sabático. Algumas, sabem todos os detalhes do que fariam, para onde iriam, outras apenas nutrem o desejo, mas o que percebo é que a maioria não sabe o significado do sabático e acabam por confundi-lo com um tipo de férias mais prolongada ou até mesmo fuga de uma realidade profissional que já não veem mais sentido, mas também não encontram uma nova alternativa.

A verdade é que o sabático é um afastamento voluntário de uma pessoa do trabalho ou de sua rotina diária, por um tempo não inferior a 6 meses, que tem por objetivo principal uma reflexão sobre a vida pessoal e profissional.

Assim como toda escolha, ele precisa ser muito bem pensado. Por isso, antes de decidir indico que faça a si mesmo algumas perguntas. Qual o objetivo deste sabático? O que espera que aconteça? Quais mudanças quer gerar? Diante destas primeiras perguntas poderá ver se é mesmo um sabático que dará conta de gerar as respostas e transformações que deseja.

Se a resposta for sim, é preciso organizar como irá fazer esse desejo se tornar realidade. É muito importante ter um planejamento financeiro, pois, neste período, você não terá nenhuma remuneração. Quando voltar do sabático, a garantia do atual emprego dependerá da cultura da empresa que trabalha, das políticas internas e também da forma como esse período foi negociado com seu gestor. 

Muitas pessoas viajam durante o período sabático e aproveitam para conhecer outra cultura, viver novas experiências e aprender um idioma, por exemplo. Outras vão para países ou cidades em que se afastarão de tudo o que lembra sua rotina diária, mas também existem aquelas que optam em ficar em sua cidade para aproveitar tudo o que não conseguem fazer quando estão vivendo sua vida normal.

Não existe uma regra do que é certo ou errado, do que pode ou não fazer, mas para aproveitar o período para descansar ou refletir sobre o que deseja para os próximos anos de sua vida, é necessário saber o que vai fazer para conseguir atingir estes objetivos. Caso contrário, você corre o risco de se perder em novas rotinas diárias que não proporcionam nenhum tipo de reflexão sobre as questões que deseja resolver.

Lembre-se: para que o período sabático seja bem aproveitado é preciso que você tenha clareza quais são as expectativas quanto a esta experiência de vida.

Fonte: EXAME

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários