Diretor de relações governamentais do Zoom na América Latina, Nicolas Andrade dá dicas em vídeo sobre como evitar fadiga de telas e ter funcionários engajados nas videoconferências

Depois de mais de um ano e meio de pandemia, quem está de home office provavelmente já passou por alguma fase de desmotivação e falta de foco no trabalho. Ao longo dos meses, o excesso de atividades por videoconferência e o aumento da demanda de tarefas trouxe a fadiga de telas e o esgotamento físico e da mente. Tudo isso impactou a produtividade e a saúde mental.

Tanto para funcionários quanto para líderes tem sido difícil. Pode ser que a sua equipe tenha parado de abrir a câmera nas reuniões e as participações já não sejam mais como eram há alguns meses. Depois de todo esse tempo em isolamento, tem sido um desafio reter a atenção de todo mundo de forma remota.

Diretor de relações governamentais do Zoom na América Latina, Nicolas Andrade
Foto: Divulgação/Zoom / Estadão

Por isso, convidamos o diretor de relações governamentais do Zoom na América Latina, Nicolas Andrade, para responder a três perguntas sobre foco e interação em reuniões online. No vídeo abaixo, ele dá dicas de como lidar com a exaustão de telas, diversificar as reuniões e melhorar a concentração.

“As reuniões virtuais são mais produtivas e eficientes que as presenciais, mas isso não quer dizer que precisamos fazer 15 ou 20 no mesmo dia. Precisamos cuidar de nós mesmos e não fazer virtualmente o que não fazíamos presencialmente”, explica.

Fonte: Terra

Cadastre ou atualize seu currículo na Curriculum: https://www.curriculum.com.br/01_10.asp

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários