As novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) foram divulgadas pelo Ministério da Educação na última quarta-feira, 9. As inscrições para o programa, que desde 199 atende estudantes que não podem pagar integralmente um curso de graduação, podem ser realizadas a partir do dia 5 de fevereiro pelo site.

Dividido em duas categorias, a modalidade Fies é destinada ao estudante com renda familiar mensal de até três salários mínimos e a juros zero. Enquanto a P-Fies, voltada para estudantes com renda familiar mensal de até cinco salários mínimos, é garantida pelas instituições financeiras,  por meio de recursos públicos.

O que muda com as novas regras ? 

A partir de 2019, os candidatos serão divididos entre classificados, beneficiados pelo financiamento, e pré-selecionados (P-FIES) de acordo com as notas obtidas no Enem_em ordem decrescente. Os dois casos exigem que os candidatos tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido média mínima de 450 pontos e superior a zero na redação.

Além disso, no caso do P-FIES, a aprovação do candidato só acontecerá mediante aprovação dos Agentes Financeiros Operadores de Crédito (AFOC). Será necessário, ainda, validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e ter a documentação aprovadas pelos agentes financeiros.

Ordem de chegada 

O edital pontua ainda que as melhores condições de financiamento estudantil serão garantidas aos candidatos pré-selecionados que se apresentem primeiro nas comissões as instituições de ensino.

Prazos 

Os resultados estarão disponíveis no dia 18 de fevereiro. A complementação das inscrições dos candidatos no Fies Seleção será entre os dias 19 a 25 de fevereiro. A inscrição na lista de espera do Fies será de 20 de fevereiro a 31 de março. Vale destacar: a modalidade P-Fies não possui lista de espera./Com informações do jornal Estado de Minas. 

Fonte: Catraca Livre

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários