Um estudo norte-americano revelou que quase 80% dos profissionais entrevistados gostariam de trabalhar em casa, mas muitos não faziam ideia de como se preparar para executar esse modelo de trabalho

Graças à necessidade cada vez maior de pessoas que não aguentam mais o volume de interrupções desnecessárias geradas no escritório, trânsito absurdo na ida e volta ao trabalho ou o tempo perdido em reuniões que não levam a lugar nenhum, o home office vem se fortalecendo cada vez mais nos últimos tempos e servindo de opção para quem deseja mais conforto na hora do trabalho.

Um estudo da consultoria Global Place Analytics, realizado nos Estados Unidos, destacou que 50% dos profissionais entrevistados ocupam cargos que podem ser executados em home office e 79% gostariam de trabalhar em casa, justamente pela facilidade e dispensa de atividades já citadas que só atrasam o trabalho.

Diante dessa questão e do aumento de pessoas que preferem trabalhar em casa, Christian Barbosa, especialista em gestão do tempo e produtividade, elaborou uma lista com 5 ações que irão ajudar você a ter um bom home office. Confira:

1 – Separe um ambiente para seu escritório

Ter um quarto isolado para montar o escritório é a melhor opção, mas, se essa opção não estiver disponível, transforme um canto qualquer de casa em um espaço profissional, com uma mesa adequada, uma cadeira ergométrica bacana, uma excelente iluminação e, de preferência, longe de distrações visuais ou olfativas ( montar um escritório em um ambiente como a cozinha não vai dar, não é?).

2 – Estipule horários fixos

O especialista afirma que esse é o maior desafio de todos! “Tem gente que acha que vai começar a trabalhar a hora que acordar e terminar na hora que der sono. Se você fizer isso, vai estafar, acabar com o casamento ou virar umworkaholic dos piores.”, diz Barbosa.

É necessário ter horário de começo e de término, além de um para almoço, de cafezinho e limite para hora extra. De todo modo, a dica que fica é: tenha um horário fixo, para só assim criar uma rotina séria. Só depois que estiver tudo funcionando, você poderá pensar em flexibilizar os horários.

3 – Vista-se adequadamente

Para muitos isso significa uma besteira, mas o especialista orienta que não é. Segundo ele, o fato de acordar e ficar de pijama trabalhando é estranho. É como ir para a balada de terno e gravata ou ir para a academia de calça jeans. Ele recomenda que, ao trabalhar no home office, você se vista como se fosse trabalhar no escritório, pois isso ajuda a pontuar a transição de “home” para “office” e aumenta a produtividade.

4 – Acordo com a família

Quem tem filho pequeno em casa precisa de ajuda caso opte pelo home office. Afinal, não dá para trabalhar e cuidar das crianças ao mesmo tempo.

Com os filhos maiores é mais fácil definir certos limites, mas ainda é preciso explicar que a casa é “aquele” tempo é, no momento, o seu local de trabalho. É preciso definir boas regras de convivência, afinal, seu cliente não vai entender seus filhos brigando, seu cachorro latindo e a emprega berrando tentando controlar tudo isso.

5 – Invista em tecnologia

É uma boa alternativa considerar a compra de um computador para as atividades do seu trabalho. O motivo? Além de funcionar como backup, ter um computador exclusivo para o seu momento de trabalho é mais seguro e evita misturar o computador de casa com coisas de trabalho. Além do computador, recomenda-se também a utilização de uma boa impressora, Internet de alta velocidade, headsets e um bom telefone.

O home office não é uma solução para todas as pessoas, mas para quem pode usurfruir dele, recomenda-se um ambiente adequado e certos “rituais” citados aqui, para que evitar se evite a procrastinação e uma maior dificuldade nas tarefas a se fazer. .

Fonte: Administradores

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários