Com ideias simples, criativas e quase sem nenhum gasto, a Udderlicious consegue fazer seus clientes virarem fãs – e até trabalharem de graça.

O dia 1º de julho foi o mais quente dos últimos 7 anos em Londres. Eu estava lá, vendo, incrédulo, os termômetros marcando 37 graus. Em uma cidade onde as chuvas e o vento frio comandam o espetáculo – e as previsões do tempo mudam a cada 2 horas – um dia inteiro com esse calor deveria ser eternizado. Era um sol para cada um, algo pesado até mesmo para quem, como eu, está acostumado a temperaturas tropicais. A solução que encontrei para dar uma aliviada naquele sol piauiense de Londres foi a de me enfiar na sorveteria Udderlicious, uma pequena e charmosa lojinha situada na Upper Street, no bairro de Islington. É um ponto de parada obrigatório. Em 15 dias, passei 10 vezes por lá. Falo isso com precisão, pois tinha um cartão fidelidade e naquele 1º de julho atingi a meta: ganhei um sorvete grátis. O pedido foi o mesmo das últimas três vezes: uma bola de morango com manjericão e a outra de café expresso com biscoito de chocolate! Udderlicious!!!!

Bem… deixemos o calor londrino e o morango com manjericão de lado para falar sobre negócios. A menção à sorveteria da Upper Street não foi ao acaso. Conheço a loja há três anos e toda vez que vou à capital inglesa faço questão de visitá-la, em qualquer estação do ano. O sorvete é bom! Muito bom mesmo! Cremoso na medida certa. Dá para perceber o capricho na escolha dos ingredientes, a qualidade do produto e o carinho no preparo. Mas não é só isso. A Udderlicious se destaca pela maneira inovadora de fazer negócios. Seu jeito de interagir com o consumidor traz lições interessantes para empresas de todos os tamanhos. Vamos a elas:

1) Estimule seus clientes a decidirem: todo mês, a Udderlicious incentiva os clientes a escolherem pelo site os sabores que desejam ver na sorveteria. Se é inverno e os fãs preferem, por exemplo, um sorvete mais “forte”, como o de bolo de cenoura e whisky, lá estará ele, pronto para ser servido.

2) Promova e sustente uma profunda ligação com a comunidade: quando o atendente percebe que você é um frequentador assíduo, ele o convida a criar um novo sabor. Mensalmente, um sabor é eleito “o melhor” e o inventor da maravilha ganha um mês de sorvete grátis —  com direito a foto estampada na galeria dos campeões da sorveteria . É claro que os felizardos fazem o maior barulho nas redes sociais.  A propaganda para a sorveteria, portanto,  é espontânea – ou quase. E aí está a beleza da estratégia. Cria-se o prêmio e deixa a divulgação por conta dos fregueses. Eu mesmo já propus o sabor de pera com parmesão. Mas fui derrotado pelo de lichia com Lemongrass. Paciência.

3) Faça clientes felizes trabalharem por você. Como eles criam receitas para participar do concurso, muitas ideias para o próprio time da sorverteria vem gratuitamente. Na Udderlicious, os  clientes são os responsáveis pela inovação e parecem felizes por trabalhar de graça – ou melhor, por 1 mês de sorvete de graça, caso você seja o sortudo .

De acordo com Fred Reichheld, líder da prática de satisfação de clientes da consultoria Bain , autor de diversos livros e criador do NPS (Net Promotion Score), um dos mais respeitados  sistemas de medição de fidelização de clientes do mundo,  as empresas com uma base sólida  de clientes apaixonados e promotores espontâneos crescem e lucram bem mais que seus competidores. A Udderlicious é um pequeno grande exemplo disto. Suas ideias simples e criativas, que promovem forte interação e fidelização, estão fazendo dessa pequena sorveteria um sucesso. Tanto assim que ela foi apontada pela revista Vogue inglesa como uma das 10 melhores de Londres no mês passado.

Por Sergio Chaia * / Fonte: Época Negócios

* Sergio Chaia foi presidente da Nextel , Sodexho Pass e vice-presidente para a América Latina da Symantec. Participa de diversos conselhos e atualmente é chairman da Óticas Carol. Também é palestrante e autor do livro Será que é possível?

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários