Pequenos detalhes são cruciais para que seu currículo não vá para o lixo da empresa para a qual você sonha trabalhar. Erro gramatical é fatal em qualquer candidatura de emprego.

Dói no coração ser rejeitado em uma candidatura de emprego que gostaríamos de obter, ou passar horas se candidatando a um trabalho e nunca ser chamado. Afinal de contas, é difícil não levar para o lado pessoal e começar a duvidar da nossa capacidade.

Mas às vezes as razões pelas quais sua candidatura é sempre rejeitada não tem a ver com suas habilidades. Muitos outros fatores podem influenciar, especialmente quando um recrutador tem em mãos vários currículos para escolher.

Considera algumas das razões a seguir para a rejeição ao seu currículo e tente tomar providências para evitá-las no futuro, de acordo com Bernard Marr, do Linkedin:

  1. Não seguir as regras da candidatura: Currículos não são o lugar ideal para soltar a criatividade. Geralmente o recrutador mostrará os caminhos para se candidatar com o exato propósito de avaliar se cada candidato pode seguir as regras. Tenha certeza de ter lido as instruções com muito cuidado e responda – incluindo o currículo e uma carta de apresentação – especificamente para o emprego ao qual você está se candidatando. Até um pequeno erro pode ser fator de eliminação.
  2. Deixar campos em branco: Profissionais de recursos humanos gastam muito tempo formulando fichas de candidatura, então eles possuem uma razão para pedir cada detalhe de informação. Quanto menos informação você dá, menos o recrutador sabe de você em relação a outros candidatos. Isso pode ser visto como falta de atenção aos detalhes.
  3. Submeter a candidatura à pessoa errada: Você pode pensar que está sendo esperto em pular o departamento de RH e enviar seu currículo diretamente para o departamento no qual quer trabalhar, mas você pode estar dando um tiro no pé. Isso pode ser visto como falta de habilidade para seguir as regras, e não há garantia de que o chefe do departamento vai encaminhar seu currículo ao RH. Pesquise primeiro e envie o CV para onde a empresa quer que seja enviado.
  4. Um endereço de email nada profissional: Pode soar banal, mas quando um recrutador tem que digitar o email “partygirl53 @ gmail.com”, ele vai fazer julgamentos sobre você e sua personalidade. É fácil criar um novo, mais profissional, apenas para a busca do emprego – só não esqueça de checá-lo para ver as respostas.
  5. Ignorar longos lapsos no histórico profissional: Você pode ter um lapso em seu histórico de carreira por qualquer razão legítima, mas ignorá-lo pode enviar a mensagem errada ao recrutador. Em vez de apenas torcer para ele não perceber, adicione uma linha explicando o lapso da forma mais breve possível, como “Deixei a posição para cuidar de parentes idosos durante um ano”
  6. Considerações de diversidade: Grandes empresas têm cotas que o RH precisa preencher em novas contratações. Uma minoria, uma mulher, ou um veterano com a mesma qualificação pode ser mais desejado por essas razões.
  7. Erros gramaticais e de ortografia: Em tempos de computadores e corretores ortográficos, não há desculpa para erros em um currículo, e deixá-los à mostra evidencia falta de atenção aos detalhes. Tenha certeza de checar palavras. Se você está preenchendo um formulário, considere responder em um editor de texto, revisar, e então copiar e colar.
  8. Escrever “veja em anexo” no formulário: Em muitos casos, recrutadores têm muitos, muitos candidatos à mesma vaga e usam o formulário para uma filtragem inicial. Eles podem nunca ler a informação anexada. Então tente ser breve e colocar toda a informação no formulário. Se absolutamente necessário, indique que você ficará feliz em dar mais informações ao pedido do recrutador.

Fonte: iG

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários