A avaliação do consumidor brasileiro sobre o mercado de trabalho melhorou em dezembro de 2012, em relação ao mês anterior. A situação foi constatada pelo Indicador Coincidente de Desemprego (ICD), da Fundação Getulio Vargas (FGV), que caiu 2,4% de novembro para dezembro do ano passado.

Quanto menor o ICD, melhor é a percepção do consumidor sobre o mercado de trabalho. O índice tem apresentado quedas desde setembro de 2012 e, em dezembro, registrou a segunda menor pontuação da série histórica iniciada em 2008 (60,9 pontos), ficando abaixo apenas do índice de dezembro de 2011, que havia sido 60,4.

“O índice mostra uma tendência de um mercado de trabalho aquecido”, disse o coordenador da pesquisa, o economista do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), Fernando de Holanda.

Entre as quatro faixas de renda analisadas pelo ICD, os consumidores que tiveram melhores avaliações do mercado de trabalho foram aqueles de menor renda (com renda familiar mensal de até R$ 2.100).

Fonte: Canal Executivo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários