O Google está sendo acusado de discriminação por idade, referente a um processo frustrado de seleção de dois candidatos com mais de 40 anos. A gigante de buscas refuta a alegação, que corre em um tribunal norte-americano.A companhia defendeu que suas políticas proíbem “rigorosamente qualquer tipo de discriminação”. Porém, um dos candidatos, a programadora Cheryl Fillekes, afirma que foi rejeitada para uma posição de emprego na provedora justamente por ter mais de 40 anos.Ela, que é  Ph.D. em Geofísica com um trabalho de pós-doutorado em Harvard, teria se inscrito para participar do processo de seleção na empresa quatro vezes (2007, 2010, 2011 e 2013), sendo rejeitada para o cargo depois da entrevista presencial.

Segundo o Google, a alegação não tem fundamento, uma vez que, em nenhum momento é necessário que as pessoas preencham cadastro com sua idade. A empresa defende que a acusação não “oferece uma teoria coerente” ou “provas substanciais” para suas reivindicações.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários