Você distribuiu seu currículo para diversas empresas, vagas e oportunidades, já fez muitos contatos novos e está prestes a receber respostas e convites para entrevistas. Tudo indo às mil maravilhas, não é?

Mas há um problema: no fim de semana passado, num momento de descontração, você postou algo que pode não ser bem-vindo aos olhos de todos, especialmente para quem ainda não conhece você. Pode ser uma foto com algum gesto obsceno ou algum comentário no mínimo polêmico. Em resumo, algo poderia não contribuir para transmitir uma primeira boa impressão a alguém que ainda não conhece você.

Sim, temos o direito de nos expressar nas redes sociais, mas se você está buscando emprego, ter comedimento e bom senso na hora de postar qualquer coisa ajuda a quem quer evitar que selecionadores das empresas tenham uma primeira impressão negativa. Por mais que quaisquer atitudes nas redes sociais possam parecer inofensivas, poderão não parecer para estes selecionadores. Lembre-se sempre de que eles, quando analisam um candidato, estão sob a pressão de selecionar um profissional que, no mínimo, além de desempenhar bem suas funções, tenha um bom relacionamento com colegas, subordinados e superiores, além de atitude positiva no ambiente de trabalho. Por mais que não concordemos que um momento de descontração ou a publicação de uma opinião mais polêmica possam ser confundidos como más atitudes, existe o risco de um gesto ou uma opinião ser interpretados de maneira negativa, pois estes selecionadores, sob pressão, não estão dispostos a arriscar e podem acabar simplesmente passando para o próximo currículo sem incluir você no processo.

Por estes e outros motivos, formulamos aqui algumas dicas para você ter bom senso nas redes sociais e utilizá-las a seu favor, especialmente enquanto estiver buscando um emprego.

Por que os selecionadores estão vendo seu perfil?

Os recrutadores e selecionadores estão, sim, cada vez mais acessando as redes sociais para verificar quem são os candidatos na vida pessoal. Não se limitam a ver o perfil profissional no LinkedIn, mas também vão buscar o perfil do candidato no Facebook. O que querem prever agora é como o candidato se comporta na vida pessoal, o que ele pensa, quais as atitudes dele, e tudo aquilo que o currículo não diz.

Suas postagens são sua imagem para seu networking

As pessoas do seu networking também podem estar vendo suas postagens nas redes. Elas também são muito importantes para que, por meio de suas conexões, você chegue às oportunidades que procura. Mas, para que isso aconteça, muitas vezes estas pessoas precisam se sentir confiantes para indicar você. Portanto, pense nelas para ter o mesmo comedimento sobre o que publicar nas redes sociais, procurando também sempre impactar positivamente as pessoas dos seus círculos.

Diferenças entre as redes sociais

Antes de mais nada, especialmente se você está em busca de emprego, encare as redes sociais – todas elas – também como ferramentas de relacionamento, networking e marketing pessoal. Mas não vá exagerar e postar somente conteúdos profissionais em todas as redes. Respeite as finalidades de cada uma delas. Há diferenças entre o que você vai postar Facebook e o que vai postar no LinkedIn: na primeira, geralmente falamos de maneira mais descontraída sobre vários assuntos, que podem incluir, de vez em quando, temas profissionais; já na segunda, aí sim, geralmente falamos somente sobre assuntos profissionais. Podemos até falar num tom mais descontraído (e comedido!), mas o assunto dominante é profissional.

Em ambos os tipos de redes, é interessante que você seja lembrado pelas pessoas como uma boa referência em sua área profissional. Mas fuja de exageros, como postar exaustivamente assuntos sobre trabalho e carreira em seu perfil pessoal no Facebook. O motivo é que, nesta rede, as pessoas esperam algo realmente mais descontraído. Postar exclusivamente assuntos profissionais nela também pode parecer artificial para os seus contatos e acabar tendo o efeito contrário que você esperava. Busque naturalidade. Descontração com comedimento e bom senso também é importante e poderá ser bem visto por seus contatos e também pelos selecionadores, que querem, sim, ver o seu lado mais humano.

Estabeleça seus filtros antes de publicar

Antes de publicar qualquer coisa, é importante fazer duas perguntas: o que você pensaria de uma pessoa caso visse essa publicação no perfil dela? Tal publicação pode depor contra a imagem da pessoa? Em caso de dúvida, o melhor é não fazer.

É prudente prestar atenção e não cometer deslizes, tais como tratar de assuntos da vida pessoal publicamente, publicar fotos em trajes de banho ou em poses sensuais, envolver-se acaloradamente em discussões sem fundamento, participar de comunidades “odeio qualquer coisa”, ou ainda declarar publicamente pontos que possam ser desfavoráveis à carreira.

Nem tudo o que você publica nas suas redes deve ficar visível para todos, inclusive quem você não adicionou como amigo em seu perfil nas redes sociais. Portanto, utilize as ferramentas das redes para filtrar quem pode ver suas postagens. Você pode e deve escolher com critério o que deve publicar somente para amigos e o que é interessante deixar totalmente público. Neste caso, procure sempre publicar algo que, mesmo sendo mais descontraído e bem-humorado, possa contribuir para que você cause uma primeira boa impressão para pessoas e empresas interessadas em conhecê-lo melhor.

Este artigo é parte integrante do novo Manual da Recolocação Profissional, produzido pela Curriculum.com.br.
Novos artigos são publicados toda semana, até que o conteúdo integral do Manual esteja inteiramente publicado.

Acesse aqui mais artigos do Manual.

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
3

Comentários

comentários