A Sala de Emprego da última segunda-feira (25) falou sobre a dinâmica de grupo, etapa fundamental para quem está procurando emprego. É a oportunidade que as empresas têm de escolher os candidatos que mais sabem trabalhar em equipe, e também os mais criativos.

As dinâmicas, também chamadas nas empresas de jogos pedagógicos, são usadas para selecionar candidatos a uma vaga de emprego. Mas apesar do RH usar atividades em grupos e brincadeiras, a coisa é séria. Em duas a três horas de atividade, os avaliadores conseguem traçar o perfil psicológico dos participantes e prever como cada um vai se comportar em situações parecidas no ambiente de trabalho.

A tensão aumenta quando o candidato está rodeado de concorrentes em uma dinâmica que vai selecionar o candidato para uma vaga de emprego.

Confira algumas dicas para quem vai participar de uma dinâmica:

– Pesquisar sobre a empresa e saber quais são os valores, a missão e o negócio.
– Fazer uma autorreflexão. Quanto mais a pessoa se conhece, mais domínio vai ter durante a dinâmica.
– Mostrar interesse pela atividade.
– Apresentar suas qualidades.
– Ser comunicativo, mas evitar falar demais.
– Ser você mesmo.

“O entrevistador sabe quando quem está participando da dinâmica está mentindo e quando está falando a verdade. Então, não adianta você querer ser uma coisa que você não é, porque eles vão descobrir durante a dinâmica”, diz David Gonçalves, estudante de administração.

O mais difícil, para muita gente, é manter a tranquilidade. “A gente fica um pouco nervoso. A gente está sendo avaliado, a gente fica com medo de ser aprovado ou não”, relata Thaís Moreira, desempregada.

A auxiliar de RH, Gisele Pereira, venceu o nervosismo, nove concorrentes e conseguiu a vaga: “Eu estudei muito sobre a empresa e já vim preparada para poder conduzir um pouco essa ansiedade. Fora a experiência que eu já tinha, apesar de ser uma experiência como estagiária, mas seria válida na hora da dinâmica e eu poderia mostrar mais de mim”.

Depois de contratado
As dinâmicas de grupo são usadas também dentro das empresas em atividades envolvendo os funcionários, seja para uma promoção de cargo ou mesmo para ajudar no entrosamento dos colaboradores.

A empresa de alimentos onde a diretora de RH, Hélida Mendonça, trabalha usa dinâmicas nos processos de seleção internos para cargos de liderança: “Você avalia a forma dele liderar o grupo, se é de uma forma autoritária, paternalista, se ele é muito condescendente. Pela forma, pela prática da dinâmica, você consegue ser mais assertivo daquele cargo”.

Em outra empresa, também de alimentos, a dinâmica de grupo também é usada no desenvolvimento de equipes. Durante o jogo, psicólogos avaliam o equilíbrio emocional dos participantes e a capacidade de trabalhar sob pressão. “Foco no cliente, relacionamento interpessoal, trabalho em equipe são competências que a gente trabalha nesses programas. O objetivo central disso tudo é fazer com que o adulto possa aprender com esses jogos sem sentir que está no processo de aprendizagem”, explica Luciana Franco, gerente corporativo de RH.

Fonte: G1

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

Comentários

comentários