Para os falantes de português, é muito óbvio identificar um sotaque carioca, paulista ou baiano – ou mesmo a pronúncia diferente do português de Portugal. Isto se deve a um longo tempo de exposição à língua falada, que facilita aos nossos ouvidos identificar um “s” mais puxado ou um “e” mais aberto.

O mesmo vale para quando estamos nos familiarizando com um outro idioma.Segundo a coordenadora acadêmica da Cultura Inglesa em São Paulo, Catarina Pontes, para falar melhor é importante entender aqueles sotaque e as suas peculiaridades. “Na Inglaterra, por exemplo, muitas das propagandas têm a ver com a pronúncia. Então se você não sabe como dizer aquela palavra você não vai entender aquela piada”, argumenta ela.

Catarina também comenta sobre erros comuns de brasileiros falando inglês – como, por exemplo, colocar uma vogal no final das palavras – e como evitá-los. “Uma tendência que vejo em alunos que estão em nível intermediário é de usar sempre as mesmas escolhas lexicais. E daí vem este sentimento de que não sai daquele nível”, observa ela.

Confira nos vídeos abaixo e saia do intermediário!

Fonte: Exame.com 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários