fintechs, como são conhecidas as startups da área financeira, estão “destronando” bancos, mudando a forma com as pessoas controlam o dinheiro e cortando a burocracia dos serviços no setor.

É um mercado que cresce rápido – o número de fintechs aumentou quatro vezes em menos de dois anos, no Brasil e já são 244 – e que além de inovação de mercado traz boas chances de ascensão profissional.

Nubank e Creditas – duas entre as fintechs que mais receberam investimentos por aqui – despontam como as empresas do setor de serviços financeiros que receberam as melhores avaliações de funcionários e ex-funcionários na plataforma.

Lá, usuários podem espontaneamente avaliar seus atuais e ex-empregadores dando notas de satisfação, de 1 a 5, em quesitos como: remuneração e benefícios, oportunidades de carreira, cultura da empresa e qualidade de vida.

Nessa escala, a nota 1 representa ‘muito insatisfeito’ e 5 ‘muito satisfeito’ e o Nubank foi o único do ranking a atingir nota acima de 4.

 “Somos completamente contrários aos bancos em termos de cultura”, diz CEO do Nubank

David Vélez, CEO do Nubank, atribui a alta satisfação da equipe a fatores que, segundo ele, fazem com que a empresa tenha uma cultura muito diferente da dos bancos.

“Somos completamente contrários aos bancos em termos de cultura, apesar de estarmos na mesma indústria”, disse o executivo a EXAME.com.

O primeiro aspecto e o mais importante, segundo Vélez está ligado à missão do Nubank de mudar o sistema financeiro e, consequentemente, a vida do brasileiro. “As pessoas aqui trabalham com um propósito muito maior do que só ganhar dinheiro”, diz.

O segundo fator que melhora a satisfação, diz o CEO, é a liberdade de ação que os funcionários têm desde o primeiro dia. “Contratamos pessoas jovens, com pouca experiência, muita curiosidade e damos muita autonomia a elas”, afirma. A ideia é que as pessoas já possam tomar atitudes de impacto na empresa desde o momento em que chegam.

Essa prática é, na visão do CEO do Nubank, bastante diferente do que acontece em empresas mais tradicionais do sistema financeiro. “Muitas vezes nessas empresas o jovem precisa esperar dois ou três anos para poder abrir a boca e dar a sua opinião”, diz.

O terceiro aspecto que estimula os funcionários do Nubank é a chance que lhes é dada de compartilhar experiências. A estrutura da empresa cujo trabalho é feito com times multidisciplinares com muita liberdade para definir prioridades –  no modelo chamado squad – e pouquíssima hierarquia.

Com o crescimento acelerado – nos últimos 12 meses foram 100 contratações, e a equipe chegou a 480 funcionários – Vélez toma alguns cuidados para que a cultura do Nubank não se perca.

Segundo ele, a cultura do Nubank é assunto constante em apresentações que faz e conversas com funcionários. E como o ambiente é horizontal, os funcionários se sentem à vontade para falar quando algo vai de encontro aos valores compartilhados. “ Todo mundo se sente responsável”, diz.

Seis das melhores empresas estão contratando

As empresas mais bem avaliadas no ranking tiveram pontuação entre 3,55 e 4,18. A média dos usuários do site para este quesito é de 2,90.

A pesquisa levou em consideração apenas as empresas com um mínimo de 20 avaliações nos últimos 12 meses. Confira onde estão as melhores oportunidades de carreira e veja também quais destas empresas estão contratando agora:

  1. Nubank

    (Nubank/Divulgação)

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 4,18

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 62 avaliações

 

2. Creditas:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3.96

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 25 avaliações

3. B3 = Cetip + BM&FBovespa:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3,94

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 74 avaliações

 

Pregão eletronico na BovespaFoto: Germano Lüders16/09/2016

B3: satisfação em alta / Germano Lüders (Germano Lüders/EXAME.com)

4. BTG Pactual:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3,93

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 29 avaliações

 

5. Agiplan:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3,90

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 32 avaliações

 

6. Paschoalotto:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3,90

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 30 avaliações

 

7. Itaú Unibanco (Itaú BBA e Rede):

Nota de satisfação com oportunidades de carreira 3,61

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 986 avaliações

Agência do Itaú: o banco passou a priorizar as linhas com menos risco de calote (Alexandre Batibugli/Revista EXAME)

8. Alelo:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira 3,59

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 33 avaliações

Alelo

Alelo: empresa está contratando (Germano Luders/Exame)

9. Santander:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira 3,56

Sergio Rial e a turma de trainees de 2017 do Santander (Divulgação)

10. Stone Pagamentos:

Nota de satisfação com oportunidades de carreira: 3,55

Número de avaliações nos últimos 12 meses: 68 avaliações

Fonte: Exame.com

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários