Vários estudos indicam que realizar muitas atividades é, na verdade, improdutivo

Contas a pagar e receber, escolas, agendas de filhos, casa para cuidar, família, amigos, trabalho, cursos e, ainda, cuidar da sua saúde! Mesmo o ser humano mais organizado do mundo, não seria capaz de manter uma agenda tão diversa e atribulada em ordem.

A necessidade de conciliar trabalho e outros afazeres nos dias de hoje tem aumentado de maneira expressiva. Todos parecem ter que ser hábeis em fazer tudo ao mesmo tempo e agora e, com uma vida tão atarefada e corrida, o brasileiro acaba desenvolvendo algo muito natural: o déficit de atenção. “Focar em todas as coisas ao mesmo tempo é humanamente impossível. Por isso nós somos tão desfocados e dispersos atualmente. Estamos perdidos em nossos mundos individuais como um malabarista tentando controlar todos os pratos ao mesmo tempo”, explica Dra. Roberta Ribeiro, Diretora Clínica da CGP Brasil.

Vários estudos indicam que realizar muitas atividades é, na verdade, improdutivo. O que realmente acontece quando estamos realizando uma série de coisas simultaneamente é que nosso cérebro muda o foco do interesse, saltando assim de uma coisa para outra. Neste sentido, ir e vir continuadamente faz com que nossas operações mentais se alternem excessivamente, criando um resultado altamente negativo.

Os indivíduos multitarefas, se comparados aos que se dedicam apenas a uma atividade, frequentemente apresentam resultados inferiores, pois reduzem sua capacidade de compreensão e precisão de respostas.

E o que fazer então? Colocar mais uma tarefa para cuidar da sua saúde em sua agenda? A resposta é não! “É por isso que vários programas de gerenciamento de tempo e estresse não surtem o efeito desejado! Ninguém quer mais um compromisso na agenda”, comenta Dra. Roberta.

A dica da Dra Roberta é a prática de mindfulness: “a medida em que pode-se concentrar completamente na atividade presente, foco, discernimento, capacidade de resolução, criatividade e inovação emergem, resultando em maior produtividade, menos conflito, melhor o clima organizacional e maior a efetividade e eficiência”, explica dra. Roberta, que completa: “a prática é simples! Basicamente é prestar atenção em você plenamente, a grande vantagem é que a partir da sua presença, você manifestará o melhor de você, saberá reconhecer seus limites e ajudará àqueles que estão ao seu redor também a prestar atenção em si mesmos”.

Fonte: Administradores

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários