“A única forma de conservar a sua saúde é comer o que você não quer, beber o que você não aprecia e fazer o que preferia não fazer”. A frase do escritor norte-americano Mark Twain (1835-1910) foi o ponto de partida do debate do publicitário Nizan Guanaes com o apresentador a jornalista Marcelo Tas, no evento de comemoração dos 25 anos da Fundação Estudar, na última segunda-feira, em São Paulo.

Fundador do Grupo ABC, holding que controla 18 agências de publicidade como África, Loducca e DM9, Guanaes diz que disciplina e capacidade de fazer o que não se quer é o segredo para ter sucesso na vida e na carreira.

O publicitário precisou aplicar esse princípio para salvar a própria vida. “Eu tinha quase 200 quilos e precisei fazer uma revolução para poder estar aqui com vocês hoje”, conta ele, que perdeu 54 quilos após uma cirurgia de redução de estômago em 2008. “O mais importante é ter disciplina”.

Para atingir resultados, não é preciso renunciar somente aos prazeres imediatos: também é preciso se afastar das certezas. “Eu gosto de usar o ponto de interrogação”, disse Guanaes. “Não devemos nunca abdicar dessa coisa que é estudar, aprender coisas novas, fazer perguntas para ir se transformando ao longo da vida”.

Na conversa com os bolsistas da Fundação Estudar, Marcelo Tas também destacou a capacidade de “desaprender” certos conceitos e desafiar as suas próprias convicções. Hoje, com 30 anos de carreira na TV, ele tenta se livrar da ideia que as TVs são emissoras.

“Televisão hoje não deve apenas emitir conteúdo, ela também deve ser receptora e curadora de conteúdo, porque o modelo de negócios mudou”, disse ele. “Nós precisamos compreender que os jovens não veem mais TV, basta ver a quantidade de youtubers que têm mais audiência do que vários canais”.

Para Guanaes, é preciso aceitar que as mudanças são inevitáveis. “Conto nos dedos os setores que não estão em transformação”, disse Guanaes. “Se você está estudando alguma disciplina, cuidado para não estar aprendendo sobre o passado, porque mudança é a palavra destes tempos”.

Por experiência própria, ele diz que desconstruir antigas ideias só é possível por meio da humildade. “No passado, fui muito prepotente e pretensioso, mas hoje vejo que, para fazer coisas grandes, você precisa dos outros”, disse. “Agora eu sento com a molecada, escuto e ‘faço estágio’ com eles”, completou o publicitário.

Fonte: Exame.com

 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários