Enquanto minha motivação para o trabalho é fruto do sentimento de fazer parte de algo maior do eu, a do meu colega é puramente material.

Esse é o clima entre profissionais de finanças brasileiros entrevistados pelo CFA Institute para uma pesquisa global feita com 3,6 mil pessoas (186 brasileiros).

Segundo o levantamento, metade deles disse extrair motivação para o trabalho do sentimento de contribuir para um bem maior, ao mesmo tempo em que 44% disseram que, para seus colegas, são os bônus e aumentos de salário os principais motivadores. Apenas 11% afirmaram que seus pares são motivados quando imbuídos do sentimento de fazer parte de algo maior. Confira nas tabelas:

O que o motiva a dar seu melhor no trabalho?
50% – O sentimento de fazer algo maior que eu mesmo (contribuir para um bem maior)
17% – A importância das metas para a empresa
17% – O fato de todo mundo olhar minha performance e eu não querer ficar mal na empresa
11% – Bônus e aumento de salário
6% – Amar o que faço e continuar fazendo mesmo sem salário

 

O que motiva seus pares?
44% – Bônus e aumento de salário
22% – Importância de metas para a empresa
22% – O fato de todo mundo olhar minha performance e eu não querer ficar mal na empresa
11% – O sentimento de fazer algo maior que eles mesmos (contribuírem para um bem comum)
0% – O fato de todo mundo olhar minha performance e eu não querer ficar mal na empresa

“Como em qualquer ecossistema, a indústria de gestão de investimentos baseia-se em uma série de relacionamentos entrelaçados. A pesquisa mostra que quando falta propósito, o equilíbrio, o alinhamento de interesses e a motivação se tornam distorcidos e dificultam que os desafios do ambiente de trabalho sejam superados”,disse Rebecca Fender, chefe de iniciativas de finanças futuras do CFA Institute.

Em relação aos motivos para perder a vontade de trabalhar, a pesquisa propunha aos entrevistados que escolhessem os três de maior impacto na desmotivação.

Quase metade dos profissionais brasileiros indicou a diferença de tratamento recebido pelos membros da equipe. O sentimento de despreparo para o trabalho foi o segundo mais lembrado e, em seguida, a falta de oportunidades de promoção. Veja esses e outros fatores que minam a motivação, segundo a pesquisa:

Três questões que o desmotivam em sua atual posição
47%- Tratamento injusto entre a equipe
42% – Sentimento de que não sou capaz de realizar o trabalho que foi contratado para fazer
39% Falta de oportunidades de promoção;
37% – Sensação de estar desconectado das prioridades da minha organização / um propósito mais amplo
32% – Falta de crédito para minhas ideias
29% – Falta de equilíbrio trabalho / vida
29% – Sentimento de ser mal pago
24% – Preocupação de que poderia perder o emprego
11% – Sensação de estar “muito ocupado”
5% – Ambiente excessivamente competitivo
5% – Sentimento que suas responsabilidades em casa são mais importantes de que as suas responsabilidades no trabalho
0% – Outros

 

Fonte: Exame.com 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
2

Comentários

comentários