Você já parou para pensar por que, mesmo com tanta gente procurando emprego ou em busca de uma recolocação profissional, há tantas vagas sem preenchimento no mercado? Essa é uma grande preocupação dos profissionais de RH e a resposta para essa pergunta é uma só: a falta de profissionais qualificados no mercado de trabalho.

Essa carência é o reflexo das mudanças frenéticas que a evolução tecnológica causou e ainda tem causado nas empresas e na nossa vida. Todos os dias nós desenvolvemos novos softwares, computadores, mídias, robôs, máquinas que podem ajudar no nosso dia a dia.

No entanto, essa revolução tecnológica tem causado grandes impactos no marcado de trabalho e máquina tem tirado o trabalho operacional que antes era feito pelo homem, e agora tem sido executado por robôs.

Por exemplo, antes os telefones das empresas eram operados e atendidos por secretárias que transferiam as ligações. Hoje em dia esse trabalho é feito por uma máquina, que conversa com quem está do outro lado da linha, levando-o a falar diretamente com quem ele deseja. Nesta mesma linha de raciocínio, não são mais pessoas que montam carros nas montadoras, mas robôs e tampouco são pessoas colhem nas lavouras, são as colheitadeiras que fazem esse trabalho.

Todas estas inovações, por um lado, “roubam” o trabalho operacional do homem, mas por outro, criam novas profissões e novas oportunidades de emprego. No entanto, essas novas oportunidades exigem maior qualificação profissional e é preciso para estar apto a executá-las.

Para ilustrar melhor essa evolução do mercado e a sua constante exigência pela qualificação do profissional, observe as seguintes situações:

Perceba a pirâmide como o mercado de trabalho, que está cada vez mais exigente. Com isso, com o passar do tempo, os trabalhos mais operacionais vão sendo substituídos por máquinas e o profissional que não se atualiza acaba ficando fora deste mercado. E, no topo da pirâmide vão surgindo novas profissões que requerem maior qualificação do profissional. Ou seja, o profissional que se mantém atualizado se mantém no mercado e em boas posições.

Mas quem fez toda essa revolução e causou tanta mudança: a máquina ou as pessoas? É claro que foram as pessoas! É por isso que não há motivo para desespero. As pessoas continuam no comando de tudo e a máquina só vai tirar seu emprego se você não se capacitar para executar tarefas que exijam maior qualificação.

Por um lado ver as máquinas tomar o lugar das pessoas pode causar um certo desconforto, mas por outro trás uma boa perspectiva quanto ao futuro pois, quanto mais a tecnologia avança, mais barata e acessível ela vai se tornando e com isto, fica também cada vez mais difundida. Isto permite que todas as empresas tenham praticamente o mesmo “arsenal” tecnológico, o que as tornas todas muito parecidas, se não iguais, tecnologicamente falando. Portanto, se todas as empresas estão iguais tecnologicamente falando, onde está o diferencial competitivo delas? O que fará que uma empresa se destaque em relação à sua concorrente? A resposta é simples: as pessoas.

Quanto mais o mundo avançar tecnologicamente, mais a tecnologia virará commodity e mais o diferencial competitivo estará nas pessoas. Portanto, o que faz a empresa se destacar ou não são as pessoas que trabalham nela, seus colaboradores, o time como um todo ou, em alguns casos, talentos específicos.

É por isso que não há com o que se preocupar, desde que você acompanhe essa evolução do mercado de trabalho e continue sempre se atualizado.

O que fará você se destacar no mercado, além do seu conhecimento técnico e específico para desempenhar a sua função, são as suas competências adicionais e habilidades, mas não só isso. Cada vez mais sua habilidade de trabalhar em equipe, de liderar, de lidar com dificuldades, com diferentes perfis de profissionais e de empresas e seus valores pessoais, vem sendo cada vez mais importante para que você se destaque.

Portanto, hoje em dia investir na carreira, é mais do que adquirir conhecimento técnico, mas melhorar como pessoa, pois, num mundo onde as pessoas estão cada vez mais importantes, o relacionamento com o próximo também tem sido cada vez mais valorizado. Faça isso e seja um profissional empregável, mantenha-se sempre compatível com o que o mercado deseja e mantenha acesa a chance de conseguir uma recolocação profissional.

Lembre-se sempre de que há uma multidão buscando por empregos, mas o mercado está em busca de profissionais de primeira linha, que façam a diferença!

😉

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comentários

comentários