Pesquisa revelou que 14% gestores percebem ociosidade nas reuniões de resultados

blog-gestores-devem-ser-protagonistas-dos-resultados

Mesmo em grandes empresas, gestores aparecerem despreparados para reuniões de resultados ou ficam com dúvidas na hora de os alinharem a gestão. Ao mesmo tempo, muitos nem estão atentos aos gargalos presentes em seu setor. Em levantamento recente realizado pela consultoria Qualitin com cerca de 200 gestores de empresas foi possível verificar, por exemplo, que ainda existem aqueles que percebem ociosidade nas reuniões (14%) e para 20% dos entrevistados é comum alguns não apresentarem seus resultados.

À primeira vista, esses percentuais poderiam ser interpretados como baixos e, assim, não representariam um problema. Entretanto, levando em consideração a importância de uma reunião de resultados que, além de ser o palco para a apresentação de desempenho, serve para o alinhamento da gestão e definição dos rumos da empresa, essas ocasiões jamais deveriam ser consideradas como desnecessárias e muito menos que nelas se encontrassem gestores escondendo-se para não apresentarem seus números. Reunião de resultados é onde se apresentam erros e acertos do período que evidenciam se o planejamento é cumprido. Portanto, se há ociosidade na reunião, há falta de produtividade na empresa e controles devem ser instalados.

Para evitar que cada um vá para um lado diferente do outro e assim comprometa a produtividade da organização é preciso avaliar constantemente os resultados e, consecutivamente, a capacidade do modelo de gestão adotado. É dessa forma que se identificará pontos fortes e oportunidades de melhoria.

A mensuração é fundamental e, portanto, deve se basear em indicadores precisos e padronizados. Todos os segmentos da empresa devem ser avaliados pelos resultados que devem produzir para a organização e nada reflete melhor suas performances do que números. Com esses dados em mãos, cada gestor deve apresentar os fatores que influenciaram a atuação de seus departamentos. Só a partir dos números é que se conhece o que vai bem e o que não vai. Só com eles é possível administrar algo de forma satisfatória.

A boa gestão de indicadores é o que deve nortear a administração. Sem ela, não é possível alinhar as organizações com suas estratégias, assegurar resultados sustentáveis e dar foco às ações das pessoas dentro das empresas. Sem isso, o gestor deixa de priorizar as ações importantes e corrigir o que é necessário para o futuro. Caminha no escuro e, dessa forma, desvalorizar os próprios indicadores até mesmo na reunião de resultados.

Por Américo Predebon, Diretor Comercial da Qualitin / Fonte: Administradores.com

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários