Antes de desejar que as pessoas mudem, saiba se transformar e dar o exemplo

Sem perceber, diariamente, criticamos e exigimos muito dos outros. Isso acontece pela mania do ser humano em tentar ser perfeccionista com os outros, e esquecer de ser consigo mesmo. As pessoas sabem reparar na vida dos outros mas se esquecem de reparar na sua própria vida.

Para Alexandre Borba, coach e psicólogo, é preciso mudar esse quadro. “Ninguém gosta de pessoas críticas demais – ainda mais quando elas não percebem seus próprios defeitos”, resume. Para mudar essa situação, é preciso que cada um olhe mais para si mesmo e exija competência própria antes de exigir dos outros. “É muito fácil criticar quando não estamos envolvidos. Para evitar essa situação, o ideal é arregaçar as mangas e fazer alguma coisa para ajudar. Só então, se não aceitarem ajuda, você pode criticar”, exalta o especialista.

Mesmo sem perceber, as pessoas estão sempre dispostas a reclamar dos outros, a listar o defeito do próximo. “Percebo que muitas vezes esse defeito nem existe, mas essa é uma forma a qual as pessoas encontram de elevar o seu ego – diminuindo outra pessoa”, comenta Borba, que diz que pode parecer loucura, mas existem quem só alcança a sua “felicidade” na ação de diminuir os outros.

Você precisa ser o exemplo que deseja ser seguido. De nada adianta cobrar competência de um profissional, por exemplo, se você não é responsável com os seus deveres. “O melhor exemplo é sempre a atitude. Se você deseja algo, faça aquilo. Não exija das pessoas o que você não é capaz ou não gosta de fazer. Cada ser humano deve desenvolver em si mesmo as competências técnicas e humanas que necessita – e isso vale tanto para a área pessoal quanto profissional, é uma lição para a vida”, conclui o psicólogo.

Fonte: Administradores

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários