A consultoria britânica QS (Quacquarelli Symonds) divulgou recentemente um ranking das melhores universidades entre os países emergentes que fazem parte do quarteto dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Além de apontar as melhores instituições do grupo e do Brasil, o estudo também avaliou as universidades sob o ângulo da reputação diante de empregadores e do mercado de trabalho em geral.

Ao contrário da classificação geral, o ranking que leva em conta o ponto de vista das empresas não é liderado apenas por instituições públicas. Embora USP e Unicamp ocupem o topo, faculdades particulares como PUC-SP e PUC-Rio também aparecem entre as primeiras posições.

Além da reputação no mercado, a lista geral se baseou em indicadores como reputação acadêmica, proporção entre docentes e estudantes, número de professores com phD e produtividade em pesquisas.

Universidade de São Paulo (USP)

Instituição USP
Nota para reputação no mercado (0-100) 100
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics)
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 10º

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Instituição Unicamp
Nota para reputação no mercado (0-100) 99,6
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 10º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 12º

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Instituição PUC-SP
Nota para reputação no mercado (0-100) 89,6
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 25º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 52º

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Instituição PUC-Rio
Nota para reputação no mercado (0-100) 82,5
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 38º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 46º

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Instituição UFRJ
Nota para reputação no mercado (0-100) 77,8
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 44º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 29º

Universidade de Brasília (UnB)

Instituição UnB
Nota para reputação no mercado (0-100) 73,1
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 52º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 51º

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Instituição Unesp
Nota para reputação no mercado (0-100) 72,6
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 53º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 36º

Universidade Presbiteriana Mackenzie

Instituição Mackenzie
Nota para reputação no mercado (0-100) 67
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 57º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) Faixa de 151º a 200º

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Instituição UFSCar
Nota para reputação no mercado (0-100) 60,9
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 67º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 59º

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Instituição UFMG
Nota para reputação no mercado (0-100) 56,3
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 71º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 53º

(Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Instituição PUC-Minas
Nota para reputação no mercado (0-100) 56,1
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 72º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) Faixa de 201º a 250º

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Instituição UFRGS
Nota para reputação no mercado (0-100) 52,2
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 80º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 46º

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Instituição UERJ
Nota para reputação no mercado (0-100) 49,4
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 83º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 86º

Universidade Paulista (Unip)

Instituição Unip
Nota para reputação no mercado (0-100) 48,4
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 88º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics)

Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Instituição PUC Campinas
Nota para reputação no mercado (0-100) 48
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 89º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) Faixa de 111º-120º

Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Instituição UFSC
Nota para reputação no mercado (0-100) 46,9
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 90º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 67º

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Instituição PUCRS
Nota para reputação no mercado (0-100) 45,3
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 93º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 97º

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Instituição Unifesp
Nota para reputação no mercado (0-100) 44,2
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 96º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 45º

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Instituição UFPR
Nota para reputação no mercado (0-100) 42,5
Posição no ranking de reputação no mercado entre países emergentes (Brics) 100º
Posição no ranking geral dos países emergentes (Brics) 79º

 

Fonte: Exame.com 

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários