Remova os obstáculos que impedem os outros de ter sucesso

Se o seu sonho profissional é tornar-se um CEO, é você — e mais ninguém — que tem o poder de fazer isso acontecer. Ao menos é o que garante Peter Cohan, autor de “Hungry Start-up Strategy” (ainda sem tradução em português). Após entrevistar 300 presidentes de empresas durante quatro anos, Cohan acredita que os CEOs tomam decisões, mesmo as banais, de um modo diferente dos outros funcionários. Com as entrevistas e conversas, ele chegou a sete hábitos que esses presidentes tinham em comum — e que cultivaram durante anos. Abaixo, confira as dicas publicadas por ele na Inc.:

Concentrar energia e atenção no que é necessário

Se você trabalha para alguém, há uma grande chance de que tenha recebido uma tarefa específica para realizar ou acompanhar. Mas você nunca se tornará um CEO se pensar que será promovido simplesmente por se dedicar a essa tarefa. É importante mostrar aos outros que podem confiar em você, independentemente da tarefa. Aqueles que se tornam CEOs investem mais tempo para entender a razão de ser mais profunda da organização, descobrir uma nova iniciativa para ajudar a cumprir os objetivos da empresa e deixar aos que têm poder a tarefa de tirar esses objetivos do papel.

Criar e cultivar cultura da empresa

Um dos trabalhos mais importantes de um CEO é criar e cultivar a cultura da empresa . Se você quiser se tornar um CEO, é preciso entender como fazer isso . Então, pergunte a si mesmo : que tipo de pessoas chegam aqui na frente? Que comportamentos levam alguém a ser demitido? Será que esses valores ajudam ou atrapalham no crescimento da empresa? A empresa implementou sistemas de avaliação e medição de desempenho de acordo com esses valores? Se espera algum dia liderar uma empresa, você deve enxergar o que seu empregador atual faz bem e em que pontos poderia melhorar. E pensar o que e como faria de forma diferente, se você fosse o chefe.

Remova os obstáculos que impedem os outros de ter sucesso

Isso significa que se concentrar unicamente em suas próprias necessidades irá dificultar a sua ascensão interna. Para mostrar aos líderes da sua empresa que você tem potencial para um dia tornar-se CEO, comece a pensar sobre como você pode ajudar os outros a fazer o trabalho deles de forma mais eficaz. Afinal de contas, um líder talentoso vai gastar tempo ouvindo as pessoas encarregadas de realizar as tarefas. Ao ouvir os outros, os líderes são capazes de descobrir quais obstáculos impedem o crescimento das pessoas. E vão usar seu poder para eliminar essas barreiras e, assim, transformar a empresa em um ótimo lugar para gente talentosa com novas ideias.

Defina metas ambiciosas

Uma das grandes preocupações de um CEO é dar um propósito — um objetivo — às pessoas que trabalham abaixo dele. Isso é feito pensando em metas ambiciosas que servirão para inspirar profissionais talentosos. Se você é um empregado agora, pergunte a si mesmo estas questões: que metas ambiciosas da sua organização você se esforça para realizar? Essas metas deixam você mais engajado? Você consegue enxergar oportunidades para atingir esses objetivos?

CEOs vencedores estabelecem metas motivadoras porque conhecem seus setores melhor do que os outros e geralmente têm uma visão mais clara como pode o negócio poderia ser melhor. Você deve olhar para a sua áea de atuação e desenvolver uma visão. Em seguida, descubra como definir metas ambiciosas para motivar outras pessoas que possam acompanhá-lo na realização dessa visão.

Desista do controle, mas mantenha a responsabilidade por sua equipe

Um CEO deve motivar grupos de pessoas a trabalhar em equipe. Se o CEO foi subindo aos poucos dentro da empresa, durante sua ascensão foi responsável por muitos grupos, ainda que indiretamente. Para se manter no topo, é preciso desistir de algo que costuma amar: comandar as pessoas que fazem o trabalho. Para se tornar um bom CEO, aprenda a abrir mão do controle — repasse responsabilidade aos outros. Diga-lhes que o seu papel é o de fornecer orientação e o deles é descobrir como chegar lá.

Não perca tempo com todos os detalhes da empresa

Os bons CEOs descobrem como não insistir em gerir cada pequeno detalhe do trabalho dos funcionários. Se o CEO pensa que um funcionário é apenas seu par extra de braços e pernas, este ficará desmoralizado — e deixará de pensar por conta própria. É importante treinar as pessoas a descobrir como atingir os objetivos da organização. Em vez de dizer-lhes o que fazer, peça que proponham soluções para os problemas que eles mesmo podem identificar. Em seguida, faça com que considerem os prós e contras dessas opções, a fim de escolher a melhor opção e aprender o que funciona (e não funciona).

Se você não ama o que faz, desista

O CEO deve reunir diferentes habilidades à medida que a empresa cresce. Intelectualmente, pode ser fácil ver que um CEO em fase inicial precisa ser bom em vender ou criar um produto. O CEO de uma empresa privada deve se comunicar bem com muitas partes interessadas e certificar-se de que a companhia segue normas e procedimentos. A parte mais difícil é ver se você se encaixa com as exigências da referida função de “CEO em evolução”. Para isso existe questionamento. O trabalho que faz é fundamental para o sucesso da empresa? Você é a melhor pessoa para fazer esse trabalho? Você gosta do que faz? Se a resposta a qualquer destas perguntas é não, encontre alguém para fazer o trabalho e procure outra coisa para fazer.

Fonte: Época Negócios

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários