Uma entrevista de emprego para um cargo na equipe do vice-presidente dos Estados Unidos. Um rapaz bem vestido, confiante, bem articulado e com uma surpresa interessante durante a entrevista – que é feita pela mulher do vice-presidente. Durante a conversa ele aproveita uma brecha para dizer que veio do mesmo estado que ela e faz um comentário sobre a mudança de sotaque. Surpresa ao perceber as informações que o rapaz detinha, ele esclarece: “assisti um vídeo de uma apresentação sua quando era mais jovem. Quando eu quero um emprego, eu faço minha lição de casa”.

A descrição é de uma cena da série House of Cards, exibida pelo Netflix. Mesmo quem não acompanha a trama, pode perceber um bom exemplo no comportamento do personagem Connor Ellis, o rapaz em questão. Seja para um emprego, um evento em seu trabalho – no qual você fará contato com pessoas importantes – ou mesmo em alguma situação casual, mas que pode lhe abrir portas futuramente, causar uma boa impressão é crucial. Confira alguns passos para importantes para conseguir isso.

Pesquise

Siga o exemplo do personagem que abre este texto. Tem uma entrevista de trabalho importante? Pesquise tudo que puder sobre a empresa, sua cultura de trabalho, os objetivos que ela possui no mercado e de que maneira você pode somar ao entrar para a equipe.

Se a sua intenção for uma aproximação agradável de uma pessoa importante, busque saber alguns interesses dela para que você possa interagir com mais facilidade. Nós sabemos que hoje a internet é capaz de nos alimentar com o mínimo que seja de informação sobre qualquer pessoa. Neste momento, isso pode ser útil. Obviamente você não vai investigar a vida de ninguém a ponto de deixar a pessoa assustada, mas algumas informações simples podem ser úteis para quebrar o gelo, como uma preferência musical, um seriado que a pessoa gosta ou o time de futebol que ela torce.

Esteja preparada

Não adianta criar um roteiro completo da conversa que você está se preparando. Afinal, não dá para saber se ela vai durar cinco minutos ou uma hora, qual será a postura do outro lado, enfim, uma série de variáveis. No entanto, é possível organizar suas ideias e simular a conversa partindo do pressuposto daquilo que será mais importante durante a conversa. Pense como o outro lado, se você fosse a entrevistadora, o que gostaria de saber sobre a candidata?

Organize seus pensamentos de modo que seus pontos fortes estejam na ponta da língua para que você argumente quando for questionada.

Cuide de sua imagem

Quando tocamos neste ponto, não estamos falando somente da escolha da roupa, mas a sua aparência como um todo. Você precisa olhar para si mesma no espelho e sentir-se bem, confiante e confortável. A roupa deve ser elegante, mas ao mesmo tempo confortável para você. Não use nada que você não esteja familiarizada ou que te cause incômodo. Esse desconforto pode transparecer através de sua linguagem corporal e isso pode lhe prejudicar durante a entrevista.

Sorria

A sugestão pode parecer desconfortável para muita gente, mesmo para quem não é ranzinza. Se você é uma pessoa reservada e sorri em poucas ocasiões, talvez tenha mais dificuldade neste tópico. Mas é importante reconhecer a relevância do sorriso na hora de causar uma boa impressão.

A leitura que as pessoas têm da gente em um primeiro momento é muito rápida. Detalhes pequenos, e talvez insignificantes, podem sobrepor-se a outros muito mais importantes. Uma recrutadora precisa de alguns minutos para ouvir o que você tem de bom para dizer sobre si mesma (e caberá a ele acreditar ou não em suas palavras), mas terá apenas alguns segundos para fazer um pré julgamento (te achar séria demais, não gostar da cor da sua roupa ou do tom da sua voz). O sorriso é uma arma poderosa para neutralizar aspectos negativos que porventura você transpareça no primeiro contato.

Feita a sua parte, é só esperar para colher bons frutos!

Fonte: Finanças Femininas / UOL

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários