Há pessoas que, a despeito do momento em que vivem, mostram-se genuinamente confiantes. É como se a confiança fosse algo com que nós nascêssemos e não precisássemos cultivar dia após dia. O negócio é que essas pessoas são exceção — a maioria de nós é menos confiante do que deveria e até poderia ser. O que fazer então? Artigo publicado na revista Inc. apresenta algumas dicas fornecidas pelo empreendedor Mareo McCracken, o chefe da área de vendas da Movemedical, um software que visa agilizar todos os procedimentos exigidos antes de uma cirurgia. A grande questão sobre a qual McCracken discorre é que as pessoas, para serem mais confiantes, precisam parar de tentar ser melhor do que são e focarem em como podem tomar melhores decisões. Além disso, é preciso buscar mentores e compartilhar suas habilidades e seu talento com os outros. Ter confiança exige ter coragem e ser corajoso não quer dizer não sentir medo. Quer dizer, sobretudo, ter a coragem de tomar uma decisão a despeito do medo envolvido. McCracken explica como seguir esse caminho e, no final, conseguir confiar mais em você mesmo:

1. Mostre gratidão

Agradeça a alguém. Agradeça de qualquer forma — escrevendo uma carta, fazendo uma ligação, enviando um email. Encontre uma razão para ser grato, encontre a pessoa que tornou algo possível para você e agradece-a. Não se esqueça de agradecer a você mesmo, por tudo que já fez.

2. Seja gentil

Não trate os outros da forma que você espera ser tratado. Isso é egoísta. Trate-os como eles merecem ser tratados. E a maioria das pessoas deseja ser tratada com honestidade, transparência e gentileza. Ser gentil é algo difícil, justamente porque exige que nós paremos de pensar em nós mesmos. Mas quando você é gentil, também será tratado de forma melhor pelos outros. Isso lhe dará confiança e o ajudará a continuar sendo gentil — e, o mais importante, a confiar que pode ser você mesmo na frente de outras pessoas.

3. Defina seus valores

Não faça isto em sua cabeça. Pegue uma caneta e escreva todos eles. Depois, tente defini-los. Mas não basta escrever que você valoriza a integridade. É preciso definir o que integridade significa para você. Dê exemplos. Ao final, comprometa-se com todas aquelas definições escritas.

4. Encontre motivações verdadeiras

Uma vez que você tenha definido quais são seus valores, isso lhe ajudará a perceber quais são suas motivações. Para chegar a esta conclusão, você precisará fazer uma espécie de “memória reversa”. Pense no seu passado e tente listar quatro ou cinco de suas memórias favoritas. Escreva o quanto essas experiências impactaram você. Escreva como essas situações aconteceram, o que estava em jogo, como você se sentiu, quais experiências elas despertam até hoje. Isso lhe permitirá criar um mapa mental para buscar certas conexões, diz McCracken. “E então você se perguntará: quais similaridades todas essas experiências têm? Descobrir o que há em comum o levará a descobrir o que você verdadeiramente deseja, ou seja, o que o motiva. É uma conexão humana? É a sua habilidade de resolver um problema? É a chance de criar algo novo?”, diz.

5. Tenha um cuidado especial em ter uma aparência melhor que a usual

Não é todo mundo que faz questão de trabalhar sua própria aparência. McCracken afirma que este é seu caso. Mas ele acabou percebendo que todos acabam tendo um melhor desempenho se estão com uma aparência melhor. Portanto não caia no desleixo total.

6. Mentalize um desenho de você mesmo

Nós somos o que esperamos. Mudar expectativas pessoais pode ajudar a mudar a vida. Desenhe você mesmo e veja a forma como gostaria de ser visto pelos outros.

7. Sorria mais

Seres humanos são feitos para sorrirem, seres humanos reagem a sorrisos. É preciso sorrir mais, buscar ser mais alegre. Felicidade gera confiança. Se você não está particularmente se sentindo feliz, por que não tenta assistir a uma comédia no Netflix?

8. Visualize e sinta o sucesso

Se você não consegue se enxergar tendo sucesso, ninguém mais conseguirá. Defina o que você quer ser. Imagine isto. Tente sentir o que você sentiria se por acaso conquistasse aquilo que deseja. Guarde essas imagens, guarde esses sentimentos.

9. Elimine pensamentos negativos

Seus pensamentos podem se tornar realidade, portanto é importante que você aprenda a ter consciência sobre o peso daquilo que pensa e fala. “Quando eu estou realizando um trabalho no qual não sou particularmente bom, ou quando estou me exercitando, minha voz interna começa a dizer: Isso é demais para você, faça outra coisa. Meu desejo na hora é largar tudo e ler um livro, por exemplo”, diz McCracken. Mas não é assim que você vai se tornar mais confiante ou conquistar o que deseja. O truque, segundo McCracken, é “apagar” essa voz na hora que ela surge. Imagine que essa voz é a de uma pessoa. Dê forma a ela, para depois conseguir apagá-la. Apague todos esses pensamentos negativos.

10. Prepare-se com foco

Se você está preparado, é capaz de diminuir o medo que sente. Sentir um pouco de medo é necessário, mas sentir medo demais é um impeditivo. Quando você está preparado de fato, sente-se mais confiante. Estude, pratique, dedique-se. A preparação lhe trará a confiança de que precisa.

11. Fale devagar

Pessoas que falam muito rápido não se preocupam com os ouvintes ou têm problemas de ansiedade. Falar devagar permite que os outros perceberam que você sabe que precisa ser atencioso com eles e mostra, sobretudo, que você não está ansioso para o que deve falar em seguida.

12. Ajude os outros

Quando você passa a pensar nos outros e no que eles precisam, é quase impossível sentir-se triste sobre a sua situação. Ajudar os outros pode eliminar “milhões de pequenos problemas pessoais”,  diz McCracken. “Foque em fazer aos outros aquilo que te faz sentir útil e esqueça aquilo que está errado (ou que você acha que está) em sua vida. Você descobrirá outras coisas que valem a pena e sua confiança irá aumentar muito.”

13. Foque em soluções – elas são mais importantes do que problemas

Pensar em problemas aumenta sua ansiedade. Mas saiba que entender um problema não é o mesmo que focar em resolvê-lo. Uma vez que você já têm os fatos a sua frente, mude sua mentalidade para que ela se volte à construção de uma solução.

14. Corrija sua postura

McCracken conta que não tem uma boa postura, mas que se esforça para corrigi-la sempre que percebe isto. Sente-se direito, mostre-se presente, não fique curvado. Os outros perceberão. Você será notado.

15. Aprenda mais

Você não pode ser o melhor em algo se não sabe o suficiente. E se você não sabe o suficiente, é impossível se sentir confiante. Aprenda de quem entende realmente daquilo. Busque quem possa te ajudar. E não continue sempre aprendendo.

16. Estabeleça objetivos

Pense primeiro em um objetivo pequeno. Lute por ele. Uma vez conquistado, lhe dará confiança para seguir em frente — já que sucesso gera sucesso. Estabeleça outro objetivo pequeno. Elimine-o. Agora, estabeleça um objetivo ainda maior. Lute muito por ele. Conquistado, estabeleça outros objetivos.

17. Exercite-se mais do que uma vez por semana

O aperfeiçoamento é uma das chaves para conquistar mais confiança. Movimentos levam a ações. Exercícios aumentam o fluxo sanguíneo. Ou seja, quanto mais você se move, mais chances de alcançar o sucesso. Quanto mais sucesso, mais confiança.

18. Limpe sua mesa

McCracken é enfático: olhar para um ambiente “limpo” e organizado lhe ajudará a ter mais clareza de pensamento. Tente arrumar o espaço em que trabalha ao menos uma vez por semana. Pratique o desapego. Mantenha aquilo importante e aquilo que pode ajudar os outros. Se algum objeto não cria valor nem para você nem para os outros, jogue fora. Quanto menos distrações você tiver, mais focado estará em tomar as atitudes corretas, e ter, assim, experiências positivas. E essas experiências levam a uma maior confiança.

Fonte: Época Negócios

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários