A crise econômica nacional tem motivado empresas a demitirem funcionários. Na hora de decidir por quais deles entrarão no corte, os chefes e gestores observam as áreas da companhia como um todo, visando a dispensa de funcionários em quadros menos importantes. Com isso, você já parou para pensar qual a sua relevância dentro do sistema organizacional?

Se a sua empresa tiver que otimizar recursos e dispensar 20% do quadro, qual a certeza que você tem hoje que estará nos 80% que ficam?

Esse foi o tema do bate-papo entre Scher Soares, especialista em mudança de comportamento, e o filósofo Leandro Karnal.

Durante a conversa, ambos levantaram as 10 questões essenciais para fazer uma efetiva avaliação da carreira, conforme lista abaixo:

1) O que você fez de mais relevante no seu atual cargo no último ano?

2) As atuais atividades do seu cargo correspondem às suas expectativas?

3) Os seus resultados correspondem às expectativas da empresa?

4) Em qual posição você está e em qual você gostaria de estar?

5) Qual o seu histórico de crescimento dentro da empresa e evolução curricular desde que ingressou na companhia?

6) Qual a característica imprescindível ao cargo que você exerce? Você a tem?

7) Como você avalia sua estabilidade na empresa?

8) O que você faz pode ser feito por outra pessoa ou substituído por uma máquina?

9) Por que você acha que não seria o primeiro a ser cortado?

10) O que te torna imperdível para a empresa atualmente?

“Para responder a todas essas perguntas com qualidade, é preciso destinar um certo tempo. A autoavaliação da carreira é o primeiro passo para sair dos 20% para os 80%”. Ninguém é insubstituível, mas a decisão de se tornar imperdível ou não é da própria pessoa”, explica Scher.

Fonte: Administradores

Em busca de novas oportunidades de trabalho?
Milhares de vagas esperam por você.
Clique aqui e boa sorte!
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários

comentários