Pesquisa: 94% das empresas de tecnologia têm equipes remotas

22
abr|2014

Pesquisa realizada pela empresa de tecnologia e de software de colaboração Unify, antiga Siemens Enterprise Communications, mostrou que 94% dos entrevistados trabalham com membros de equipes remotas, indicando o aumento da força de trabalho móvel e global atual e uma demanda urgente por soluções que elevem a produtividade e a colaboração entre várias plataformas.

"Cada vez mais, o trabalho é remoto, móvel e distribuído e estamos a caminho de ver 1,3 bilhão de membros de equipes virtuais se juntarem à força de trabalho global até 2015", afirma Dean Douglas, CEO da Unify. A primeira rodada de pesquisas para o Unify New Way to Work Index foi feita em janeiro e fevereiro de 2014, contou com mais de 300 executivos de empresas do setor em 25 países e concentrou-se nos hábitos e conceitos usados por equipes ...

Comentários
Compartilhe
com seus amigos

Desemprego está no menor nível histórico

16
abr|2014

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou há pouco que o Brasil está com a taxa de desemprego em seu mínimo histórico. "A economia brasileira ainda vem gerando postos de trabalho, foi o que vimos nos dados do Caged de fevereiro. Foram mais de 260 mil empregos criados, ainda que tenha a questão sazonal, com Carnaval." Ele disse, ainda, que o Brasil cresce a uma taxa de 2% e que o mercado de trabalho ainda estará aquecido à frente.

Tombini também afirmou que o déficit em conta corrente brasileiro se estabilizou nos últimos anos em 3,6% do PIB e disse que as perspectivas à frente são de estabilidade, com expectativa de recuo nos próximos meses. O presidente do BC explicou que 80% do déficit em conta corrente é financiado pelo Investimento Estrangeiro Direto (IED). "É um cenário ...

Comentários
Compartilhe
com seus amigos

Dormir bem pode ser a melhor decisão de carreira

16
abr|2014

Para manter o desempenho profissional em alta, sono de qualidade é fundamental

A fórmula do bom desempenho no trabalho inclui uma atividade barata: dormir. O sono de qualidade é fundamental para manter a produtividade. Porém, essa tarefa diária tão importante está sendo preterida por profissionais brasileiros.

Uma pesquisa recente da International Stress Management Association (Isma-BR) revelou que a média da jornada de trabalho de executivos é de 13 horas, aumento de 3 horas em comparação a dados de 2010. Segundo a clínica Med-Rio, especializada em check-ups de executivos, 25% sofrem de insônia, crescimento de 40% nos últimos dez anos.

São pessoas com uma agenda caótica, com atividades que afetam a hora de dormir e acordar. ...

Comentários
Compartilhe
com seus amigos

Muito apoio dos pais deixa jovens acomodados, defende especialista

15
abr|2014

Jovens de hoje têm vida mais fácil que a das gerações anteriores e batalham menos por seus objetivos, afirma

Segundo pesquisa recente divulgada pela agência B2, especializada no público alvo do estudo, 70% dos jovens disseram que não se sentem preparados para o mercado de trabalho, e muito disso acontece porque, segundo Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers, os jovens de hoje – diferentemente dos seus pais, os jovens das décadas de 60 e 70, por exemplo, - têm apoio dos pais por mais tempo.

“A geração de jovens dos anos 60 e 70 via o ingresso ao mercado de trabalho como uma oportunidade de realizar os desejos pessoais que não eram supridos pelos seus pais, mas isso foi mudando com o passar de gerações,” explica Madalena. Hoje, ...

Comentários
Compartilhe
com seus amigos

Como fazer boas negociações mesmo em tempos de crise

14
abr|2014

Em épocas de incerteza social, política ou econômica, a arte de chegar a um acordo se assemelha a um campo minado: um passo em falso pode pôr tudo a perder

O que um general do exército durante uma guerra e um executivo em tempos de crise têm em comum? Guardadas as devidas proporções – e sem contar as características de liderança -, ambos precisam negociar o tempo todo.

Mesmos nestes casos, a negociação não pode assumir ares de cabo de guerra. Pelo menos, foi o que os oficiais americanos mais habilidosos neste sentido aprenderam com o passar dos anos, segundo artigo publicado na Harvard Business Review há algum tempo.

Todas as estratégias usadas por eles, de acordo com o estudo, confluem para o mesmo ponto: colaboração. ...

Comentários
Compartilhe
com seus amigos